quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Tempo é tempo... Precioso? É o que fazemos dele :)

Três meses...
Muitas vezes quis vir cá escrever, mas o acaso não deixou...
Muitas vezes podia tê-lo feito, mas nessas alturas também não me apeteceu! E porque a vontade apertou... vim matar saudades...
Estes últimos tempos têm sido diferentes, diria até que foram os mais loucos de sempre :)
Ora cá vai um cheirinho... [nem sei por onde comece...]
- fazer novos amigos...
- passar boas noites em albufeira...
- andar duas horas de carro pa ir à festa da praia, que foi cancelada [noite divertida:D]
- ir dormir para a praia e voltar para casa às 4 da matina porque não levámos saco cama.. Lol :p
- beber café dia sim dia sim áté às quinhentas...
- comprar o meu bolinhas de sonho... [haja saúde!]
- crescer um bocadinho...
- aprender umas lições de vida... [tava a precisar...]
- despedir-me no momento certo... [obrigado por tudo :)]
- cair na tentação...
- perder-me [como é bom às vezes :)]
- voltar a encontrar-me [toda a gente goza... mas acaba por fazê-lo :P (...) ]
- dançar até o nascer do sol...
- rir até não poder mais...
- chorar... porque a vida é assim mesmo :)
- observar as estrelas de perto...
- ter conversas de corredor até altas horas da manhã...
- mergulhar vestida... [não podia quebrar a tradição... lol :P]
- jantar com os migos que não se perderam [foi só o curso que acabámos :)]
- ir ao coliseu dos recreios ver um concerto espectacular... Colbie Caillat - adorei :D...
- rever Lisboa...
- voltar a ver filmes de terror...
- comer tostas dias seguidos às duas da manhã... [que pontaria... eheheh]
... time is running...
PS: "As coisas importantes na nossa história, são as que fazemos HOJE..." So what?
cArPe dIeM...
Com abraço, Marisa

3 comentários:

celso disse...

Hoje não deixo comentario,porque o sono começou a chegar e tenho de aproveitar para não passar mais uma noite em branco...
Amanhã comento...

celso disse...

Não se Entristeça Por Muito Tempo. Muitas Vezes Nós nos Desgastamos Por Coisas que Amanha Nos Parecerão de Pouca Importância...
O Presente é a Sombra que se Move Separando o Ontem do Amanhã. Nela Repousa a Esperança...

Marisa disse...

Palavras sábias... gostei :)